Secretaria Municipal de Educação deverá rever agrupamentos de alunos na escola Vitor‏ Rodrigues da Mota

A Secretaria Municipal da Educação em Iporanga agrupou quatro séries em duas, alegando que o número reduzido de alunos não comporta salas exclusivas para séries distintas, apesar da existência de espaço físico e de profissionais para tal.
EDUCAÇÃO: NA ESCOLA MUNICIPAL VITOR RODRIGUES DA MOTA 1+1= 4.Essa conta vem sendo feita pelos professores da rede municipal de ensino, que ao assumir aulas na referida escola, têm que efetuar esse cálculo exatamente desta forma. Vamos saber por quê?A Secretaria de Educação do Município de Iporanga adotou uma política de retenção de gastos que prioriza os números em detrimento da qualidade no caso de específico da escola do bairro Serra, no ciclo II do Ensino Fundamental (aquela que está nos entorno do Petar).O cálculo explícito no título desta matéria se justifica quando deparamos com a seguinte situação:- 1 sala de aula =  2 séries, Logo: 1≠1, ou seja,  1 professor =2 séries.Existindo lá 2 salas em funcionamento na modalidade, logo: 1 sala + 1 sala somam-se 4 séries.Vamos traduzir de uma forma mais descomplicada.A Secretaria Municipal da Educação agrupou quatro séries em duas, alegando que o número reduzido de alunos não comporta salas exclusivas para séries distintas, apesar da existência de espaço físico e de profissionais para tal.Por conta do eminente prejuízo aos alunos, mães de alunos requereram uma reunião do Conselho Escolar que Deliberou que os agrupamentos deveriam ser desfeitos e conseqüentemente, os alunos voltariam para suas respectivas salas de acordo com a série a que pertencem. A comunidade do Bairro também entende que os alunos estão sendo prejudicados e mobilizaram-se expedindo um Abaixo Assinado, que contem assinatura de pais, parentes e outras pessoas que se sensibilizam com a situação dos alunos.Professores comentaram o caso, porém  preferiram não se identificar por medo de represarias, pois, na legislação do município tem um dispositivo que priva professores da liberdade de expressão (em plena época da anistia da velha Ditadura Militar), caso o faça, são punidos com perda de pontos na “avaliação de desempenho”). Tais professores disseram que é muito difícil lecionar para duas séries distintas, pois quando se explica o conteúdo para uma série a outra não contribui com o ambiente, pois há uma disputa pela atenção do professor, cada série se vê no direito de tê-los com prioridade, conseqüentemente, os conteúdos se confundem, pois apesar do currículo paulista ser em espiral, cada série tem um conteúdo a cumprir, conteúdo esse que muitas vezes, mesmo sendo trabalhado com uma turma só na sala é difícil de cumprir, devido atrasos na aquisição dos caderninhos e outros contratempos.O problema esta causando uma migração de alunos para a escola Nascimento Sátiro da Silva, que apesar de saber que o aluno tem direito de estudar na escola mais próxima, entende que estes querem o melhor para si e os recebem com carinho.Pessoas da comunidade procuraram a nossa equipe e pediram auxílio para entender o caso e a nosso opinião foi, “Um dos princípios da LDB é a gestão democrática, e a democracia é “o governo do povo, para o povo e com o povo”. E nesse caso, se o conselho Escolar deliberou pela volta dos alunos as suas classes séries de origem, a decisão é inquestionável, pois, o Conselho é soberano, e caso suas decisões não forem acatadas, trata-se de uma afronta e no mínimo um grade desrespeito ao princípio democrático  que constam dos anais legislativos tão defendidos pela ONU. Concluindo, ninguém está acima da Lei. (Ver LDB, lei nº 9394/96 no Artigo 14, que trata dos princípios da Gestão Democrática no inciso II.)Longe de qualquer tipo de especulação sensacionalista, porém, preocupada com o futuro dos alunos da referida escola, a equipe Iporanga na net resolveu tentar entender o fato estabeleceu contato com a secretaria para abordar o assunto.

 OBS: Clique na foto pra visualizar em tamanho maior...






Por : Paulo Sérgio Furquim ( Textos e Fotos )
Nilton F da Silva ( Edição ) - 05/04/2012



Comentários