ESCOLA TÉCNICA É INAUGURADA NA COMUNIDADE QUILOMBOLA ANDRÉ LOPES

A unidade, que iniciou as atividades em agosto, vai atender à comunidade da região, predominantemente quilombola.
    O Centro Paula Souza, responsável pelos cursos técnicos e tecnológicos do Estado de São Paulo, inaugurou neste sábado, 14, o Núcleo de Formação Profissional Quilombo André Lopes, na cidade de Eldorado. A unidade, que iniciou as atividades em agosto, vai atender à comunidade da região, predominantemente quilombola.
    Estiveram presentes o governador Geraldo Alckmin, os secretários estaduais do Meio Ambiente e da Justiça e da Defesa da Cidadania, Bruno Covas e Eloisa de Sousa Arruda, respectivamente, a diretora superintendente do Centro Paula Souza, Laura, Laganá, e o presidente da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp), Marco Aurélio Pilla.
    “É importante unir o meio ambiente, as florestas, os recursos naturais e a agricultura”, disse o governador ao se referir ao curso técnico em Agroecologia, oferecido pelo núcleo.
    Resultado de uma parceria entre o Centro Paula Souza, o Itesp e a Prefeitura de Eldorado, o núcleo recebeu investimentos de R$ 5,2 milhões. É administrado pela Escola Técnica Estadual (Etec) de Registro.
    A nova unidade tem seis salas de aula, um laboratório de Informática, dois espaços destinados aos laboratórios de Agroindústria e Análise de Solos, biblioteca, salas administrativas e pedagógicas, salas multiuso, refeitório e dois alojamentos para professores. Conta também com quadra poliesportiva e vestiários.
    O diretor da Etec de Registro, Mauro Sergio Adinolfi, conta que cerca de 70% dos estudantes vêm de quilombos daquela região. Uma das professoras da Etec também é originária de uma dessas comunidades. “Eles participaram do começo ao fim”, afirma. “Trabalharam na obra, nas empresas que hoje prestam serviços de vigilância e limpeza.”
   Atualmente, 79 alunos estudam Agroecologia. De acordo com Adinolfi, o curso discute agricultura familiar e tradicional, além de questões ligadas ao meio ambiente. “A ideia é que esses jovens retornem a suas propriedades e possam colaborar no aperfeiçoamento do cultivo e na comercialização.” Banana e pupunha são as principais culturas da região. Parte dos quilombolas integra uma associação que vende seus produtos.



OBS: Clique na foto pra visualizar em tamanho maior...






=====================================================

Reproduzido nesse Blog em : 20/09/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção !!! Comentários anônimos não serão publicados..Obrigado !!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...